Skip to main content Skip to search

Mensagem do Presidente

Mensagem do Presidente

Esperamos dez anos por este dia!

Vou repetir: Esperamos dez anos por este dia!

Nada disto quer dizer, porque seria hipócrita e risível, que a nossa exclusiva missão era chegar aqui. Mas chegamos!

E hoje, as organizações e as empresas que surgiram há 10 anos são muito poucas, ou são muito diferentes daquilo que eram.

Hoje as organizações e as empresas que já existiam há 10 anos deixariam de existir se tivessem a mesma existência que tinham há 10 anos atrás. E muitas terão deixado de existir precisamente porque não se adaptaram à mudança incrível que estes dez anos nos proporcionaram.

Apesar de tudo isto, parece que, no nosso quotidiano, nada mudou. Mas só parece!:

No início de 2007 não existia o IPhone. Só existia, quem já não existe – Steve Jobs!

No Início de 2007 existia pena de morte em França!

No Início de 2007 não existia You Tube em Português!

No início de 2007 a Lheman Brothers continuava a ser o que já era no final do século XIX – a referência maior do sector financeiro Americano e mundial!

No início de 2007 nenhum cidadão do mundo tinha viajado num AirBus 380!

Podemos dizer que em 2007, o ano feliz em que nascemos, o mundo era muito diferente. E muitas das coisas que dávamos como seguras deixaram de o ser. Mesmo para nós, mesmo dentro de nós!

Durante estes 10 anos estivemos, em momentos diferentes, em quatro casas diferentes e, 10 anos depois estamos, simultaneamente, em 4 casas diferentes em Braga, em Lisboa, em Bruxelas na boa parceria estabelecida com a Magellan e aqui no Porto, numa casa que, pela primeira vez, é realmente nossa e onde Vos recebemos com tanto gosto!

Nestes 10 anos elaboramos ou acompanhamos Projetos correspondentes a cerca de 200 milhões de euros de investimento apoiado, representando mais de 200 Clientes e estabelecendo aproximadamente uma centena de parcerias nacionais e internacionais. Fizemos muito, mudamos muito! A uma velocidade que só não foi alucinante, porque se prevê que cada minuto do futuro valha progressivamente mais do que 2 minutos do presente.

Por isso é que, a palavra que gritamos para dentro nos últimos anos foi sempre a palavra MUDANÇA!

Por isso é que depois de mudarmos para uma casa nossa e de criarmos espaços de trabalho noutros pontos de Portugal e do Mundo, depois de nos renovarmos ao nível institucional, acionista e organizacional, de nos prolongarmos no conjunto de serviços que prestamos, de nos alargarmos do ponto de vista das parcerias e das redes com que trabalhamos, depois de tudo isso, resolvermos mudar de cara, para podermos dar a cara pelo futuro! Em suma, como dizia Ghandi, na sua imensa suavidade e sabedoria, não queremos ser empurrados pela mudança. Queremos ser agentes da mudança e participar verdadeiramente nela!

“Projectos em movimento” é o mote desta mudança dinâmica. Porque nestes dez anos tivemos sempre presente a força da sabedoria popular que nos dizia que “parar é morrer!”. Nos tempos que correm, o que se mede já não é percebermos que tudo muda, mas entendermos como é que muda, para termos a ambição de condicionar a mudança e de não sermos condicionados por ela!

Nos próximos dez anos a evolução da demografia, da mobilidade, da logística e distribuição e da tecnologia, para falarmos apenas de 4 variáveis críticas, poderá ser de tal forma alucinante que os modelos sociais, económicos e políticos, tal como os conhecemos hoje, simplesmente não existirão. E as empresas e organizações também não! Por isso, a forma mais eficiente de as apoiarmos será anteciparmos essa realidade mutacional em cada momento que passa, em cada região do mundo e do espaço em que se deslocam! Será elevarmos o objetivo da eficiência para a proficiência, interagindo com a mudança e ajustando as nossas empresas a esse futuro incerto!

Sobrarão provavelmente as pessoas, com novos modelos de trabalho e de relacionamento, mas ainda, esperamos nós, orientadas pela razão e pela emoção.

E é para elas que lidam connosco todos os dias que queremos falar! Porque, apesar da mudança estamos cá, a festejar o nosso 10º Aniversário.

De facto, para além dos tempos, sobraram interesses e afetos que consideramos muito e que queremos preservar. Porque não temos vergonha de dizer que, nos tempos de hoje, continuaremos a promover uma cultura de empresa, onde a ética, a responsabilidade e o espírito de equipa continuam a existir. Com um sentido do outro que nos envolve a todos – acionistas, colaboradores, parceiros e clientes. Na confiança e no compromisso que estabelecemos com todos e que nos permitem dizer, para além dos números, que criamos relações fortes e duradouras.

Queremos enfrentar os próximos dez anos com este espírito. De quem já espreita o futuro antes dele se mostrar. De quem cria relações fortes, baseadas na confiança e no compromisso. De quem tem uma ambição maior que a soma das ambições de cada um dos nossos clientes e parceiros que nos acompanharam!

A todos os que, porque fazem parte desta relação de valor, fazem também parte desta celebração que é de todos e que a todos convoca, envolve e agradece!

Bem hajam!

António de Souza-Cardoso